Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

LGBT+

Queen Tu Escuta? Kitty Kawakubo

Nesta nova edição da Queen Tu Escuta? Saiba quais são as 5 baladas que toda drag, ao performar, confirma ter nascido para fazer isso. Seleção da Kitty Kawakubo, semi-finalista da S1 do TNT Drag.

Compartilhe!

Se você digitar a palavra “Kawakubo” no Google, diversos links vão te encaminhar para entrevistas com Rei Kawakubo, uma estilista japonesa de 78 anos nascida em Tóquio, no Japão, celebrizada pelo vanguardismo e originalidade de suas criações.

Sendo assim, neste clima fashion, receba aqui à Kitty Kawakubo, drag queen paulista, empresária na “Perucas a Vapor”, semifinalista do “The Next Talent Drag – TNT” e profissional da moda, inclusive out of drag, como Renato Carvalho, o criador da Real Housewife, Mrs. Kitty.

Seis anos atrás, quando começou a se montar, em meados de 2014, Kitty pôde contar com o apoio de seus pais, entusiastas de seu trabalho, o qual é levado por ela como carreira profissional desde 2016. De lá pra cá, as redes sociais foram, também, um dos locais que sentiram a “Kitty Sensation”.

Em 20 de fevereiro de 2015, Kitty entra no YouTube, no qual mantém um canal com 1,23 K e dez vídeos disponíveis. Oito dias depois (28 de fevereiro), ela faz sua primeira publicação no Instagram. Em agosto de 2016, adere ao Twitter, no qual fez 3.530 tuítes até hoje. Drag digital influencer? Também temos. E mais. Siga-me.

Você, caro leitor, lembra do segundo parágrafo deste texto, quando eu mencionei Kitty como participante do “The Next Talent Drag – TNT”? Não? Enfim. Neste web reality show, no episódio cinco, “TNTchan”, transmitido em sete de agosto, as drags restantes tiveram como desafio principal à criação da sua própria banda, além, claro, de um single. Nas redes sociais, Kitty fez uma análise sobre:

“AS BILOLINHAS. E assim me despeço do TNT Drag. Com uma banda de axé anos 90 que tenho muito orgulho de ter feito: música, clipe, 3 figurinos costurados por mim (sim, os 3), 3 perucas, 3 caracterizações e poucas horas de sono. Eu me orgulho muito do que entreguei no concurso e, por mais que ache uma pena não estar na final, minha intuição me disse que essa seria minha última prova no projeto”.

>  Pessoas trans poderão mudar nome e gênero diretamente no cartório, decide STF
>  Queen Tu Escuta? Klox

De fato, “Segura o Tuck”, produzida por Helson, é o seu “Kitty Kat” final na competição, que pode ser assistido aqui. Porém, aqui na “Queen Tu Escuta?”, você saberá mais do que pensa, musicalmente, Kitty Kawakubo, a drag cujo debute aconteceu com uma performance de “Konichiwa Bitches”, da cantora e compositora sueca Robyn. Bon Iver é sua banda preferida.

Mas não se deixe enganar pela música gringa: apesar das preferências acima, Kitty tem sonhos musicais nacionais, coisa de gente brazuca:

“Imagina que chique o Caetano Veloso escrevendo uma música sobre mim e cantando em dueto com a Gal? Sonho!”.

Concordo com ela. E neste clima musical, pedi à Kitty uma playlist com cinco canções lentas, baladas que, ao performar, toda drag confirma ter nascido para fazer isso. O resultado você confere logo abaixo e também na minha playlist no Spotify.

1) So Sad So Sexy

Intérprete: Lykke Li
Compositores: Jeff Bhasker, Andrew Wyatt, Emile Haynie, Ilsen Juber, James Ryan Ho, Lykke Li Timotej Zachrisson.

Advertisement. Scroll to continue reading.

“Essa música tem um jeitinho todo misterioso e sensual. Amo demais e me identifico com o clima triste, mas com tesão”.

2) Another Lifetime

Intérprete: Nao
Compositores: Ajay Bhattacharyya, Neo Joshua

“Amo ver performance de drag sussurrando bem sensual. Adoraria performar essa algum dia”.

3) This Woman’s Work

Intérprete: Kate Bush
Compositora: Kate Bush

 

“Às vezes dá vontade de chorar ouvindo essa música de tão linda. Kate Bush toca na alma”.

>  Okanal, nova plataforma de serviços de vídeo e áudio de artistas brasileiros
>  Fantasia racista de KKK de drag queen brasileira gera revolta

4) Bosco

Intérprete: Placebo
Compositores: Bo Stefan Alexander Olsdal, Brian Molko, Robert Schultzberg, Steve Forrest, Steve Hewitt

“Triste, triste, triste. Esse é o puro suco do “post goth”. Eu curto quando drags trazem performances que falam sobre tristeza. Entreter e gerar emoção não é só falar sobre felicidade”.

5) Você Não Vai Passar

Intérprete: Ava Rocha
Compositora: Ava Rocha

Advertisement. Scroll to continue reading.

“Tenho pensado cada vez mais em performances com músicas nacionais. Ava é alguém que admiro demais e adoraria performar essa dela”.

Siga Kitty Kawakubo em suas redes sociais: Facebook, Instagram,Twitter e YouTube. Para ver mais “Queen Tu Escuta?” clique aqui.

Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja também

HQ e Livros

Madame Agatha Killer é a primeira convidada da coluna “Queen Tu Lê?”. Venha descobrir quem são os seis autores LGBTQIA+ independentes que ela indica...

Música

Das 12 drag queens lançadas em Canada’s Drag Race, apenas três têm carreiras musicais. Saiba quem são estas rainhas conferindo a "Drag Tip especial...

LGBT+

Se você é LGBTQIA+ e não foi uma criança afeminada, com certeza você conhece alguém que foi. Pensando nisso, o elenco do La Mona’s...

Entrevistas

Miau, miau, pussy, bitch: confira o Drag Review sobre a carreira musical de Scaredy Kat, a gata assustada do Drag Race UK que já...

Propaganda

Portal de entretenimento sobre cultura pop: celebridades, música, cinema e muito mais.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.