Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

LGBT+

Ser gay é “o maior presente de Deus para mim”, diz CEO da Apple, Tim Cook

Tim Cook diz que cartas de jovens LGBTQ o inspiraram a revelar sua orientação sexual.

Compartilhe!

Em 2014, o chefe da Apple, Tim Cook, se tornou o primeiro CEO de uma grande empresa a revelar ser gay, escrevendo em um artigo da Bloomberg, “ser gay está entre os maiores presentes que Deus me deu”.

Em uma nova entrevista com a CNN, o CEO diz que cartas de jovens LGBTQ o inspiraram a revelar sua orientação.

“Estou muito orgulhoso disso”, disse Cook, 57 anos, a Christiane Amanpour em uma entrevista para seu programa na CNN International e na PBS. Ser gay é “o maior presente de Deus para mim”.

>  Vereadora do PSOL, Marielle Franco é morta a tiros no Centro do Rio
>  Homens gays estão votando mais para candidatos anti-LGBT de extrema-direita

Cook disse a Amanpour que ele decidiu revelar ser gay depois de receber cartas de jovens LGBTQ e percebeu que ficar em silêncio era “egoísta” se ele pudesse ajudar os outros a se assumirem.

Eu me tornei público porque comecei a receber histórias de crianças que liam on-line que eu era gay, e elas estavam sofrendo bullying, sentindo que sua família não as amava, sendo expulsas de casa, quase cometendo suicídio – coisas que realmente apertaram meu coração. Eu precisava fazer algo por eles e mostrar a eles que você pode ser gay e continuar fazendo grandes trabalhos na vida, há um caminho depois disso.

Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja também

Tecnologia

O iPhone XR custará a partir de R$ 5.199, enquanto que o XS terá preço a partir de R$ 7.299.

Propaganda

Portal de entretenimento sobre cultura pop: celebridades, música, cinema e muito mais.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.